10 alimentos para melhorar o desempenho nos estudos

Você sabia que a alimentação pode ajudar a ter um bom desempenho nos estudos? Existem alimentos que ajudam na memória, aprendizado, assimilação do conteúdo e raciocínio, e nisto não inclui pizza, batata frita, refrigerante e sorvete, ok?

Quando se trata de estudar, o mais importante não é só seguir um plano de estudos, mas sim de utilizar vários recursos que podem auxiliar nas preparações para as temíveis provas, e um destes meios é a alimentação.

Cada alimento impacta diretamente o cérebro, a saúde mental e física das pessoas. O ideal sempre é ter uma dieta que englobe todos os grupos de alimentos nas devidas proporções.

Na hora das compras, o setor mais colorido e saudável nem sempre é bem visto pelos jovens e adolescentes, sendo estes o público que necessita de mais energia para os estudos. Mas cabe aqui a boa conscientização sobre a importância de se ter uma alimentação balanceada, certo?

Apostar em alimentos integrais e ricos em fibras, como verduras, legumes e frutas, faz com que o corpo realize a digestão de forma mais lenta, proporcionando assim mais saciedade e energia ao corpo.

Outro fator que impacta na qualidade dos estudos é manter o metabolismo ativo. Por isto, recomenda-se comer a cada 3 horas.

Corpo saciado + com energia = + disposição para as horas de estudos e cérebro funcionando de forma qualificada para melhorar a concentração e o raciocínio.

Uma dica importante é se alimentar também de forma calma, com mastigação completa e lenta.

Agora vamos ao assunto principal? Confira abaixo 10 alimentos que você deve incluir na sua alimentação para melhorar a aprendizagem:

1-) Ovos:

São fontes de colina, que participa na formação dos neurônios e repara as células cerebrais danificadas. Além disto, produz acetilcolina, neurotransmissor essencial para a memória e o aprendizado.

2-) Ômega-3:

Encontrado em peixes de água salgada (ex: sardinha) e sementes (ex: chia e linhaça), que favorece a comunicação entre os neurônios. Assim, sua ingestão melhora a memória, concentração e o aprendizado.

3-) Carboidratos:

A falta de carboidratos prejudica a memorização, a concentração e o aprendizado. Sendo assim, é indicado consumir arroz, pão, macarrão integral e aveia. Cereais integrais também são uma boa opção, pois evitam a sonolência após o almoço e deixam o estudante mais em alerta.

4-) Alface:

As folhas, talos e o coração da alface contém altas doses de lactucina que age como calmante.

5-) Vitaminas do complexo B:

Estão presentes em proteínas animais (ex: carne vermelha, peixes e aves), em leguminosas (ex: feijão, lentilha e grão de bico) e em sementes (ex: nozes, castanhas e amêndoas).

Estas vitaminas ajudam na memória, na energia e auxiliam no desenvolvimento dos neurônios e na comunicação entre eles.

6-) Cafeína:

Consumir café, chá preto e chocolate, mas é importante lembrar que o excesso destes é prejudicial.

A cafeína combate a fadiga mental, ativa o sistema de alerta e melhora o estresse.

7-) Frutas vermelhas:

Cerejas e morangos possuem flovonoides que beneficiam a aprendizagem, a capacidade de proteger os neurônios e reverter os déficits de memória.

😎 Nitratos:

Beterraba, repolho, espinafre, nabo e aipo aumentam a irrigação do sangue no cérebro e são recomendados para quem desenvolve trabalhos intelectuais.

9-) Maça:

A maça também é uma fonte de fisetina, composto que favorece o amadurecimento das células nervosas e estimula os mecanismos cerebrais.

10-) Açafrão:

O açafrão inibe a morte de neurônios. Consuma 1 colher de chá por dia, podendo ser acrescentado no arroz.

Como pode ser observado ao longo deste artigo, manter uma alimentação saudável traz inúmeros benefícios.

É importante lembrar que os resultados não acontecem em curto prazo. Se você se alimentar bem durante todo o ano, conseguirá observar as melhorias.

Vamos colocar em prática?

Esperamos que você tenha gostado.

Não deixe de acompanhar as nossas dicas. Clique abaixo e assine a nossa newsletter:

Powered by Rock Convert